Tuesday, December 30, 2008

Um delicioso 2009 para todos.

Que entrem com os dois pés, para que em cada passo do próximo ano nunca vos falte um pé.

Parar é morrer.



Nao pares, nao pares de tentar, nao pares de acreditar, continua. Procura inspiracao e transpiracao, procura o novo, reinventa o velho, nao pares. nao deixes a meio, nao fiques pelo caminho. Chega em primeiro, chega em ultimo. mas nao fiques para tras. Parar é parar de viver. nao pares de ouvir musica, nao pares de a dançar. Nao desistas: de olhar, de sentir, de namorar, de te comprometeres e de te contradizeres, de errares e remendares. Nao pares de te iludir e desiludir, nao pares de correr, ser criança, de crescer. nao pares de ler, de decifrar as letras pequeninas, de ver nas entrelinhas, de entender o mundo onde vives. Continua a andar, a assobiar e a tropeçar, a perseguir e a prosseguir, nao pares de questionar, nao pares de exclamar. Nao pares, vai mais longe, mais longe do que julgavas ser capaz...

Love is when you don't wanna go to sleep 'cause reality is better than a dream.

Sunday, December 28, 2008

Pergunto-me.

qual a finalidade Humana em adiar os nossos problemas ou dificuldades ou em recear uma abordagem mais directa dos mesmos se eles nos vão perseguir e, mais cedo ou mais tarde, reencontrar?!?

Como num filme no final tudo vai dar certo.

Quem foi que disse que pra tá junto precisa tá perto?

Look, if you had, one shot, or one opportunity.

To seize everything you ever wanted
In one moment
Would you capture it, or just let it slip?

Acordo todas as manhãs com este zumbido e a certeza que não vais voltar.

Cansada de me convencer que apesar do teu individualismo, estava a tal inevitabilidade a que nos submetemos e chamamos amor, pensei que, com todo o amor que sentia por ti, te iria suavizar e de alguma forma fazer parte do teu equilíbrio, tornando-me subtilmente indispensável. Nunca pensei enganar-me tanto. Mas só agora percebo que o teu amor por mim não foi uma inevitabilidade, mas uma escolha. Alguém que te chamou a atenção e que, um dia, decidiste que querias atravessar, com a intuição certeira de um animal selvagem que procura refúgio temporário, quando está cansado. Sei que não vinhas a fugir de nada, nem à procura de coisa nenhuma. Mas acho que, quando eras pequeno, te arrancaram uma parte de ti, e desde então ficaste incompleto e perdeste, quem sabe talvez para sempre, a capacidade de adormecer nos braços de alguém sem que penses no perigo de ficar na armadilha do carinho para todo o sempre.

[Margarida Rebelo Pinto]

i've tried so hard and got so far, but in the end it doesn't even matter...

Ya lo ves que no hay dos sin tres...

que la vida va y viene y que no se detiene...

Saturday, December 27, 2008

Despedindo.me de 2008.


'Este ano perderam-se muitas coisas na minha vida. não se perderam todas porque não foram possíveis mais. no entanto, ganharam-se outras irreversíveis. e fico feliz por isso. por conseguir ainda sorrir nos dias menos bons, e por ouvir música boa ou ler livros mágicos em noites tempestuosas. fico feliz pelo sol que me queimou a pele no Verão, pela louca persistência que me conheci, pelas tuas mãos e pelos teus beijos. tenho pena das palavras que não consegui dizer, pelos pedidos que não fiz, pelas frases que dançaram no meu peito sonos inteiros. a verdade é que nem sempre olhamos para a frente como devemos'. *

[As palavras nao sao minhas mas poderiam ser!]

[in http://umaveznaochega.blogspot.com]

Friday, December 26, 2008

As pessoas que eu mais admiro sao aquelas que nunca acabam. *

[* Só é pena que estejam em vias de extinção, essas.]

Marca-me na tua agenda se tiveres tempo.

Nunca saberás o que perdeste...

[Despeço-me do que mais quero só para não te ouvir dizer que as coisas vão mudar amanhã...]

Se eu não responder, não perguntes outra vez...

...porque o silêncio é um mar onde consigo nadar sem pé.

Don't think we're okay, just because I'm here...

Chorei mas não sei se alguém me ouviu e nao sei se quem me vê sabe a dor que em mim carrego e a angústia que se esconde, vou ser forte e vou me erguer, ter coragem de querer, não ceder nem desistir, EU PROMETO.

2008. eu pergunto-te:

quando é que acabas para eu voltar a sorrir?

Mandamentos para a felicidade:

Não percas nenhuma ocasião de estar presente onde houver boa música e amigos com quem dançar;
Celebra pequenos aniversários: o 1º beijo, o 1º salário, etc;
Preserva pequenos rituais: o café das 2h da tarde, girls night uma vez por mês...;
Sê educada para as pessoas pouco simpáticas. Observa como ficam confusas;
Finge que sentes. Se pareceres mais confiante vais mm sentir-te assim;
Tem uma muda de roupa de emergência, algo que te faça sentir bem e atraente mm em dia não;
Controla as expectativas. Quanto maior for o intervalo entre aquilo que esperas que alguém faça e aquilo que ela é capaz de fazer, maior a desilusão;
Não tentes solucionar tudo ou encontrar sempre uma resposta!

Thursday, December 25, 2008

Wednesday, December 24, 2008

Curioso:

Vejo a coerência não como um valor, filho do carácter, mas como um instrumento necessário aos que, na vida, só viajam de mapa em punho - uma bússola?
Aqueles que, como eu, a desprezam profundamente, correm o risco de se desnortear facilmente.
Mesmo assim: nunca lhe obedeci porque, levada à letra, pode ser desumana.


[Rita Ferro]

A vida ama o equilíbrio.

Se fosse só ela a mandar faria que a cor de ouro estivesse permanentemente sobre a cor azul, que todo o côncavo tivesse o seu convexo, que não acontecesse nenhuma despedida sem chegada, que a palavra, o gesto e o olhar se comportassem como gémeos inseparáveis que em todas as circunstâncias dissessem o mesmo.

[José Saramago]

Tuesday, December 23, 2008

Há sonhos que carregamos connosco durante anos.

ora adormecendo-os nas canseiras da vida, ora despertando-os na ternura com que começamos a descer as encostas do tempo, ora acedendo neles à lucidez poética que a administração dos dias nos vais negando.


[João Maria André - Bonifrates]

She's a McDreamer!


È só isto que sei fazer: Desejar todos os dias com muita força...! Sem nunca virar costas àquilo a que me proponho e acredito*

Sunday, December 21, 2008

Make my wish come True...


... All i want for Christmas is You ! *

There's two kinds of people in this world, there's winners and there's losers.

Okay, you know what the difference is? Winners don't give up.
Losers are people who are so afraid of not winning, they don't even try.


[Little miss sunshine)

Paciência.

Saber Esperar. Quem sabe esperar o bem que deseja não toma a decisão de se desesperar se ele não chega; aquele que, pelo contrário, deseja uma coisa com grande impaciência, põe nisso demasiado de si mesmo para que o sucesso seja recompensa suficiente. Há pessoas que querem tão ardente e determinantemente certa coisa, que por medo de perdê-la, não esquecem nada do que é preciso fazer para perdê-la. As coisas mais desejadas não acontecem; ou se acontecem, não é no tempo nem nas circunstâncias em que teriam causado extraordinário prazer.

[Jean de La Bruyére, in "Os Caracteres"]

Preocupa-te mais com a tua consciência do que com a tua reputação.

Porque a tua consciência é o que tu és, e a tua reputação é o que os outros pensam que és. E o que os outros pensam é problema deles.

(Albert Einstein)

Saturday, December 20, 2008

Elegância.

é a arte de não se fazer notar, aliada ao cuidado subtil de se deixar distinguir.

[Paul Valéry]

Tuesday, December 16, 2008

I don't know what I knew before.

but now I know I wanna win the war.

Mira cómo caminas, siente cómo respiras.

eres toda una estrella y tú no sabes que que la protagonista está dentro de ti.

Só existimos nos dias em que fazemos.

nos dias em que não fazemos apenas duramos!

Monday, December 15, 2008

Sinto uma enorme necessidade que as estrelas mudem de lugar.

Ou os restantes astros. Whatever. Desde que a conjunção me favoreça.

Handle with care.

A postura de todas as pessoas nas relações, a meu ver, deveria ser cautelosa: sem dar nós definitivos para não magoar depois ao desatar.

Um dia não vou pensar mais no amor.



...porque terei todo o amor para mim*.

[*onde é o amor? levas-me lá?]

'A alegria e a tristeza não são como o azeite e a água.

Elas coexistem'.

[in Ensaio Sobre a Cegueira]

Olhamos para as coisas de uma maneira diferente, quando as fazemos uma última vez.

Sempre chegamos ao sítio onde nos esperam.

Não sei.

'não sei. não sei. não sei. não sei a cor dos pássaros que voam rápido demais. não sei se devia ter aprendido a jogar à bola com os miúdos lá da minha rua. e não sei se amanhã vou conseguir acordar de manhã. não sei se vou dizer 'gosto de ti'. e não sei se estes foram os piores dias da minha vida. não sei se já fiz amor. não sei se perdi boas oportunidades. não sei a que sabem os teus olhos. e não sei onde estás agora. não sei o que há depois do último piscar de olhos. não sei o que há para além dos abraços que perdi. não sei. não sei o que há depois de um último beijo. não sei se vale a pena. não sei se na tua voz há eternidade.'
[in http://www.portuguesmaisquesuave.blogspot.com/]

Saturday, December 13, 2008

If I let you love me and be the one i adore.

would you go all the way and be the one i'm looking for?!

Sometimes we put walls.

Not to keep people out, but to see who cares enough to knock them down.

Sei que depois da tempestade vem o azul.

Friday, December 12, 2008

Talvez o amor seja o processo através do qual te conduzo suavemente de regresso a ti mesmo.

Não a quem eu quero que tu sejas, mas a quem tu és.


[Antoine de Saint-Exupéry]

Querido Pai Natal*:


Será que dá para ter um destes pelo Natal? :

... Tanto (me) faz! Vê lá o que te fica mais em conta! (incluindo despesas de envio e afins!)*

[*em modo: 'Diz-me o teu nome para te pedir ao menino Jesus!'

Wednesday, December 10, 2008

Apetece.me:

Emoções autênticas. Gritar debaixo de água. Abraços no cimo dum prédio. Mergulhar no mar. Sentar com os amigos. Beijar. Seduzir. Rodopiar. Sentar à mesa de pijama e com os pés na cadeira. Ter a casa desarrumada. Escrever nas costas de alguém. Mandar olhares como se fossem telegramas. Saltar num concerto. Ficar à chuva. Sentir o espírito de grupo entre amigos. Festejar uma vitória.
[Apetece-me aproveitar cada dia como se fosse o último.*]

I'm adaptable.

And i like my role. i'm getting better and better, And i have a new goal... i'm changing my ways, i'm going over to the over side.

(Afinal acho que) não sou natural.

Tenho alguns corantes e conservantes.

Faltam.me 7 mil léguas para chegar onde quero.

Tuesday, December 9, 2008

Forget Love.

i would Rather fall in Chocolate.

O Mundo é Grande.

mas Maior é a minha Casa, é o caminho que Traço, Eu sou Senhora do Espaço...!

A cada ano que vivo.

mais me convenço de que desperdiçar a vida é todo o amor que não demos, os poderes que não usámos, a prudência egoísta que nos impede de arriscar e que, fugindo à dor, nos impede também de alcançar a felicidade!*

[in http://www.portuguesmaisquesuave.blogspot.com/]

Monday, December 8, 2008

Ainda que o apelo a viver fácil seja grande.

devemos procurar sempre a plenitude, mesmo quando ela nos parece longe e difícil de alcançar. Porque o mundo não pára...

if you’re going to try, go all the way.

otherwise, don’t even start.

know this corner of the earth it smiles at me.

So inspired of that there's nothing left to do or say. Think I'll dream, 'till the stars shine.

When you have exhausted all possibilities, remember this:

"You haven't!"

Hoje estou, amanhã não sei...

All i want for Christmas is...

A pessoa certa para nós só o pode ser se, ao olhar para nós, também vir a pessoa certa para ela.

Tenho descoberto que sim.

como já o disse outras vezes, fugir e desistir são formas de vida, depois da luta há que saber perder, sair e bater a porta. Pensar no que nos faz sofrer menos e fugir para longe. Desistir de estar sempre na linha da frente a apanhar de tudo e de todos. de nunca abandonar o navio.

[in http://confinsdonada.blogspot.com/]

Sunday, December 7, 2008

Nunca podemos desistir de crescer para a vida.

Curriculum Vitae.

Sou o exemplo vivo do triunfo da esperança sobre a experiência; Sou um bocado para o compulsiva a trocar de côr de unhas & a comer pastilhas elásticas!; Sou 'transparente', mas nunca evidente; Sou (consideravelmente)viciada em M & M's amarelos; Sou uma mulher de convicções - muitas, e todas ao mesmo tempo; Sou tolerante, mas não sou tola!; Sou mulher de (uma) palavra e meia; O meu lado esquerdo é mais forte do que o outro: é o lado da intuição, é o lado onde mora o coração; O meu sorriso é o meu 'cartão de visita'; O ginásio é a minha fonte primordial de 'sublimação'; O amor é a minha religião; Os meus melhores (& maiores) amigos são os irmãos que não tive!; Tenho um fraco por coisas fortes; Tenho a estranha 'mania' de não gostar que usem o mesmo perfume que eu; 'Balanço, mas não caio'!; Sei o que me falta e o que me sobra; Choro N vezes com os mesmos filmes - e não me envergonho minimamente disso (sim, sou sentimentalista!); Aprendi a ficar quieta quando aquilo que quero e desejo não depende só de mim; A minha fé é o meu jogo de cintura; Não sou de desistir antes de tentar; Não gosto de elogios gratuitos; Não gosto do dito por não dito; Não gosto que me segurem a mão, nem que me toquem só porque sim; Não gosto que me tenham ou tomem por garantida; Não tenho jeito para trocar coisas na minha vida: nem objectos, nem pessoas; Não gosto de voltar atrás...e muito menos que voltem atrás comigo!; Não me arrependo dos momentos em que sofri - carrego as minhas cicatrizes como se fossem medalhas; Nunca (ou quase nunca) sei onde estacionei o carro (sou a desoerientação em pessoa, portanto!); Gosto de pipocas doces e salgadas; Gosto de sopa de tomate; Gosto do cheiro a baunilha & a canela; Gosto de creme de côco; Gosto de dormir; Gosto de pormenores; Gosto de banhos de imersão; Gosto de ir às compras sozinha; Gosto de arriscar, de 'perder o pé' por algum tempo...!; Gosto de gostar...(de tanta coisa!); Gosto de acreditar que tenho o dom de tornar realidade as minhas ficções; Gosto de chegar onde quero; Gosto de dar às certezas o beneficio da dúvida; Gosto de conduzir descalça e de ouvir música no carro; Gosto dos meus olhos no segundo após deixar de chorar; Gosto das minhas leis, daquelas que não vêm nos códigos; Gosto de sorrir com os olhos, com os lábios e com as mãos; Gosto de pratos limpos, de pontos nos i's, de ter as cartas sobre a mesa; Gosto de caminhar sozinha, de conversar comigo, de percorrer os lugares e as pessoas; Gosto de fondue; Gosto de andar descalça; Gosto de homens morenos; Gosto de começar livros e de ser eu a decidir o final das minhas histórias; Gosto de pó talco; Gosto de creme Nivea; Deixei de perder tempo, já que quem não nos acompanha só nos atrasa!; Já só peço saúde e paz - porque o resto a gente vai atrás!; Sei que a vida são dois dias.. e um já passou. Ou seja: vivo cada dia como se fosse o primeiro (e não o último)!; Tenho para mim que a certeza é sinónimo de calma; Quem em mim 'desenha', desenha com caneta de tinta permanente!; Precisava de ter uma sala de espera entre a boca e o coração; Se existissem operações plásticas para recuperar a inocência, eu fazia uma; Adoro, adoro, adoro gelados! (e adoro ainda mais quando são do Santini!); Adoro comer massa de bolos com os dedos; Acredito na força das coisas frágeis; Acredito no poder de acreditar.
... Posso ser tudo ou nada, depende da maré, mas sou sempre EU; Consigo ser muito melhor do que as pessoas pensam e pior do que imaginam. E posso dizer que quem gosta como eu não receia 'o escuro'...!
Sobre mim...há muitas versões, mas a realidade está à vista.
Resumidamente, é difícil definir-me. Penso que é essa a minha melhor definição. My Heart is My Crown. i Fly like Paper, but i get High Like planes. i'm Just Me, Myself & I. Bigger than My body. Sem corantes nem conservantes!

E se houver alguém que não goste de mim, não gaste - deixe ficar!

Wednesday, December 3, 2008

Nao vou ceder a minha alma para alimentar ilusões...

I think moral fiber's about finding that one thing you really care about..

That one special thing that means more to you than anything else in the world.. And when you find her, you fight for her, you risk it all... You put her in front of everything, your life, all of it...'

Monday, December 1, 2008

Gostava de poder contar-vos alguns dos ensinamentos que fui adquirindo ao longo da minha existência.

As palavras das minhas avós, os tropeços que dei em dias de chuva, as vezes que não 'levei o casaco'.
Ainda assim, acho que tudo isso não passaria de uma perda de tempo. Afinal, todos nós tivemos inevitavelmente que tropeçar na rua, ou passar frio à noite. Todos nos precipitámos, nos enganámos. Todos sorrimos demais sem saber (será que sorrir demais é mau?), e todos demos as mãos a quem não quisemos realmente dar. Nestes anos aprendi que, por mais ensinamentos que eu possa ter tido, vou continuar sempre a falhar. A iludir-me entre o bom e o mau.O doce que mora no ar, ou o aroma a torradas afaga-me. Mas há qualquer coisa que me repreende. Que diz que ainda falta muito, muita coisa."


[in http://gxxvn.blogspot.com/]

Uma pessoa é única ao estender a mão.

...e ao recolhê-la inesperadamente torna.se mais uma.

[Shakespeare]

Live for the moment.

Thursday, November 27, 2008

She says:


'- My heart is gold.
What will you give me for it?'

Ajuda-me a acreditar.

que eu ajudo.te a pintar o céu de todas as cores.

Monday, November 24, 2008

A esperança, a verdadeira e genuína, não vem de fora.

Não é trazida pelos acontecimentos exteriores a nós, que estão sempre prontos a apresentar.se como obstáculos à nossa fé. Que estão sempre prontos a, sarcasticamente, por.nos à prova.
A esperança, a que resiste e subsiste, a que nos faz viver e sobreviver, essa, vem de dentro.

É no difícil que tudo cabe.

[Rilke]

Se soubesse voar, já tinha voado de mim para fora.

Hipóteses:

ou nos confortamos com a falta de algumas coisas na nossa vida, ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras.

Coração que sente muito cansa-se mais depressa.

Everything will be ok in the end.

If it's not ok then it is not the end.

Sunday, November 23, 2008

Como esquecer?

Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Os amores têm de acabar, as pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar. Sim, mas como se faz? Como se esquece?
Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre. Não se pode esquecer alguém antes de terminar de lembra-lo. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso.
É preciso aceitar a separação e a tristeza, a falta de justiça, a falta de solução.
O esquecimento não tem arte. É preciso deixar correr o coração de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar.
O mais difícil é aceitar. Há lembranças e amores que necessitam do afastamento para poderem continuar. Às vezes, a presença do objecto amado provoca a interrupção do amor. É a complicação, o curto-circuito, o entaralamento, a contradição que está ali presente, ali, na cara do coração, impedido-o de continuar.
As pessoas nunca deveriam deixar de se amar, nem separar-se, nem esquecer-se, mas separam-se e esquecem-se. Custa, Mas é preciso aceitar. É preciso sofrer, dar urros, murros na mesa, não perceber. E aceitar.
Uma saudade cuida-se. Nos casos mais tristes separa-se da pessoa que a causou. Continuar com ela, ou apenas vê-la pode desfazer e destruir a beleza do sentimento. As pessoas que se amam mas não se dão só conseguem amar-se bem quando não se dão. Mas como esquecer? Como deixar acabar aquela dor? É preciso ter paciência. É preciso sofrer. É preciso aguentar.
Há grandeza no sofrimento. Sofrer é respeitar o tamanho que teve um amor.
Para esquecer uma pessoa não ha vias rápidas, não ha suplentes, não há calmantes, ilhas e viagens, livros de poesia, copos ou amigos. Só há lembrança, dor e lentidão, com intervalos no meio para retomar o fôlego.

Podemos arranjar as maneiras que quisermos de odiar quem amámos, de nos vingarmos, de nos pormos a milhas, de lhe compormos redondilhas, mas tudo isto não tem mal, nem faz bem nenhum. Conta tudo como lembrança, saudade contrariada, enraivecida, embaraçada por ter sido apanhada na via pública.
O que é preciso é igualar a intensidade do amor a quem se ama e a quem se perdeu. Para esquecer, é preciso dar algo em troca. Os grandes esquecimentos saem sempre caros. É preciso dar tempo, dar dor, dar com a cabeça na parede, dar sangue, dar um pedacinho de carne (eu quero do lombo, mesmo por cima da tua anca de menina, se faz favor.)
E mesmo assim, mesmo magoando, mesmo sofrendo, mesmo conseguindo guardar na alma o que os braços já não conseguem agarrar, mesmo esperando, mesmo aguentando com muita paciência e muita má vontade, mesmo assim é possível que não se consiga esquecer nem um bocadinho.
Quando mais fácil amar e lembrar alguém, mais fácil deixar de amá-lo e esquecê-lo. Raio de sorte, miséria suprema do amor. Pode esquecer-se quem nos vem à lembrança, aqueles de quem nos lembramos de vez em quando, com dor ou alegria, tanto faz, com tempo e com paciência, aqueles que amámos com paciência, aqueles que amámos sinceramente, que nos deixaram, vazios de mãos e cheios de saudades, esses doem-se e depois esquecem-se mais ou menos bem.
E quando álguem está sempre presente? Quando é tarde? Quando já não se aguenta mais. Quando já é tarde para voltar atrás, percebe-se que há esquecimentos tão caros que nunca se podem pagar. Como é que se pode esquecer o que só se consegue lembrar? Aí, está o sofrimento maior de todos.
Aí está a maior das felicidades!"


Miguel Esteves Cardoso

Saudade.

Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.


[Clarice Lispector]

É a vida.

e não a morte, que não tem limites.

[Gabriel Garcia Marquez]

A Vida ensinou-me.

A dizer adeus às pessoas que amo,
Sem tirá-las do meu coração;
Sorrir às pessoas que não gostam de mim,
Para mostrar-lhes que sou diferente do que elas pensam;
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade,
Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;
Calar-me para ouvir;
Aprender com meus erros,
Afinal eu posso ser sempre melhor.
A lutar contra as injustiças;
A sorrir, quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo;
A ser forte, quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir todos aqueles que só precisam de desabafar;
Perdoar incondicionalmente,
Pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente,
Pois também preciso desse amor;
A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordada;
A acordar para a realidade (sempre que fosse necessário);
A aproveitar cada instante de felicidade;
A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Ensinou-me a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;
A sentir a dor do adeus e do que se acaba;
A abrir as janelas para o amor;
A não temer o futuro;
Ensinou-me e ensina-me a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma tenha que lapidar, dando-lhe a forma da maneira que eu escolher.


[Charles Chaplin]

Take me or Leave me.

Love me or leave me.

Friday, November 21, 2008

É infinitamente mais belo deixar-se enganar dez vezes.

do que perder uma vez a fé na humanidade.

[Heinz Zschokke]

Até hoje...

...a nossa história terá sido, talvez, daquelas em que as crianças adormecem perto do fim, e quem a conta sorri, fecha o livro de mansinho, apaga as luzes e sai com o desfecho guardado no peito, pé ante pé.

[Eu que sempre adormeci antes do fim das histórias que me contaram em miúda e talvez por isso consiga sempre sonhar com o final feliz.]

Thursday, November 20, 2008

Esta música tem qualquer coisa...

Apontamento.

Sou incapaz de tratar como opção quem me trata como prioridade, não sou pessoa de metades e muito menos mulher p'ra as horas vagas.

Love me or Leave me.

"Ao espelho.

onde vês o reflexo entre o homem que és e aquele que gostarias de ser, respiras fundo e desejas que essa mulher chegue um dia, não demasiado cedo para te assustar, nem demasiado tarde, porque entretanto, pode aparecer outra e tu vais deixar-te ir, convencido de que é essa, e não eu, a mulher da tua vida.
O que tu não sabes, é que do outro lado do espelho, eu te vigio, como se fosse o teu avesso, como se fosse o teu presente, como se pudesse ser o teu futuro.
Mas é ainda demasiado cedo, é ainda tempo de guardar no silêncio dos dias a vontade de te querer.
È ainda de manhã, tu estás atrasado para o trabalho e eu estou adiantada na tua vida.
Por isso respiro fundo do outro lado da tua imagem e espero – sentada no baloiço, lá mesmo em cima, para que não me vejas – que um dia dês o salto para o outro lado da tua vida.
E sejas quem sempre sonhaste, para que te vejas ao espelho como eu já te vejo.
Como tu és."

As coisas importantes ficam sempre.

O que se vai embora são as coisas que julgávamos importantes, mas são inúteis, como o falso poder de controlar a energia do amor.

[Paulo Coelho]

Wednesday, November 19, 2008

Esquecemos metade do que aprendemos na escola.

Mas no que toca a sofrimento e a quem no-lo infringiu, todos temos memória de elefante.

There are two rules to success in life:

1. Don't tell people everything you know.

This is how it works:

You're young until you're not, You love until you don't, You try until you can't...! *

O tempo é o melhor autor.

Sempre encontra um final perfeito.

When doves cry.

How can you just leave me standing?
Alone in a world that's so cold?
...
Touch if you will my stomach,
Feel how it trembles inside...
You've got the butterflies all tied up,
Don't make me chase you,
Even doves have pride...!


[Prince]

Qualquer coisa.

pergunta-me qualquer coisa. Uma tolice. Um mistério indecifrável. Simplesmente para que eu saiba que queres ainda saber. Para que mesmo sem te responder saibas o que te quero dizer".

Tuesday, November 18, 2008

- Tenho medo de não ter coragem de lhe dizer...que gosto dela!..
(Como quando os medos são mais pequeninos quando não se imaginam, pensei para mim...)
- Se eu fosse a ti..ainda assim...dizia-lhe!
- Porquê?
- Porque dói menos ficares desiludido ou triste do que ficares a imaginar a vida toda que ela gostava de ti sem nunca saberes a resposta!

No entanto nós também aprendemos com aquilo que não fomos capazes de fazer. Mas aprender a olhar para trás faz doer o pescoço.
Um dia iremos perceber que gostar de alguém em segredo é (simplesmente) Idealizar ; desejar que uma ideia venha até nós sem fazermos nada para ir ao seu encontro.
Um dia iremos perceber que idealizar é dizer adeus sem dar por isso.


[Eduardo Sá]

"Estou à tua espera num sítio onde as palavras já não magoam...

não ferem, não sobram nem faltam. Esse sítio existe.

Crescer.

é olharmos por nós.
Deixarmos de estar à espera de encontrar,em todas as pessoas a quem dizemos "bom dia!", quem olhe por nós.
Afinal, Crescemos sempre que, no lugar de quem olha por nós,surge quem olhe connosco.
E,em vez de correr para nós, corra connosco,
E não vivendo por nós, nasça connosco....

É isso que separa imaginar que se voa de aprender a voar."

No me pidas que te bese...

... porque te besaré.

Tenho saudades de muita coisa...

...mas, principalmente, sinto falta de ser feliz sem ter de pedir desculpa.

Whatever people say I am, that's what I'm not .

Most of the new-borns cry in their first hours.

but my mum keeps saying I was already laughing when I came to this world...

[To laugh is to live. The more you laugh, the more you live.]

Monday, November 17, 2008

Quem tem medo de se perder, dificilmente se encontra...

'O homem está condenado à incerteza e ao acaso.

Mas o sentimento de esperança pode levar-nos da probabilidade à possibilidade.'*

A história lê-se do fim para o princípio.

E o fim ainda não chegou.

Life is for breaking.

Pack nothing. Leave without a note. Follow your internal compass. Wear what you slept in, sleep in what you are wearing. Use SPF. Listen to the ocean, but don´t take its advice word for word. Insist on karaoke. Display skin. Attract a following. Steal a heart. Loose track of time. Live your life.

Sunday, November 16, 2008

Chega-te a mim e deixa-te estar.

[O meu mundo continua à tua espera...!]

Thursday, November 13, 2008

Para ti:

Quando à tua frente se abrirem muitas estradas e não souberes a que hás-de escolher, não te metas por uma ao acaso, senta-te e espera. Respira com a mesma profundidade confiante com que respiraste no dia em que vieste ao mundo, e sem deixares que nada te distraia, espera e volta a esperar. Fica quieta, em silêncio, e ouve o teu coração. Quando ele te falar, levanta-te, e vai para onde ele te levar.

[Podias ter dançado para sempre no meu peito. O meu para sempre: enquanto o que sentisse por ti fosse verdade.]

And it hurts to want everything and nothing at the same time.

I don't know.

It's like, there's this person that you want to be for other people. To make them proud of you. And then there's you. And sometimes it's hard to tell where one ends and the other begins.

[in Dawson's Creek]

Que se lixem aqueles que precisam de fechar os olhos às emoções menos lineares.

aos dias menos bonitos, à imperfeição.

We make a living by what we get.

we make a life by what we give!

O Meu sorriso é a minha riqueza.

Só sabe quem foi.

Só viu quem ficou.

Tento não julgar um fraco.

Raramente conseguimos fazer o que queremos, mas apenas aquilo para que estamos preparados...!

[Margarida Rebelo Pinto]

Tempo.

Aprendemos que os segundos afinal não vêm juntos, mas bem separados, e que quem estava ao nosso lado num segundo pode estar a caminho do outro lado do mundo no seguinte.

Tento ter a força para levar o que é meu.

Sei que às vezes vai também um pouco de nós...

Não é digno de saborear o mel.

aquele que se afasta da colmeia com medo das picadas das abelhas!

[shakespeare]

E o que não nos mata torna.nos mais fortes.

Há quem diga que existem dias para se esquecer, mas eu prefiro dizer que existem acontecimentos para nos fortalecer.

[P.S. A fazer as malas para o Porto e a tentar incluir nelas as risadas que não tenho dado em abundância...]

You got to learn how to fall, before you learn to fly.

Se eu pudesse voltar atrás...

mudar um verso, mudar uma frase, pra ter sucesso e não fracasso.... Mas o meu progresso também vive dos erros que eu faço..!

To get ahead in this world, you need more than fair looks and a kind heart.

Wednesday, November 12, 2008

Não.

'Não é o caso das pessoas que têm tudo serem as frias. Não é o caso das pessoas bonitas terem o direito de brincar com as emoções das outras. Nem é o caso das pessoas que não sentem poderem menosprezar as outras. Muito menos é o caso de quando se é tudo que se pode ter tudo. É o caso de quem nunca ouviu um não. É o caso de quem nunca sofreu, de quem nunca caiu e se levantou sozinho, de quem teve sempre quem lhe abrisse o caminho. É o caso de quem nunca teve uma porta fechada na cara, é o caso de quem nunca deu com os cornos no chão, de quem nunca ficou sem luz. É o caso de quem nunca esteve terrivelmente triste. É o caso de quem, ainda, nunca viveu. Mas vai viver. Com todas as forças e com toda a energia que possuir. Com todas as suas células e com todo o ATP que compõe o complexo corpo humano. Vai viver e assimilar, vai cair, e partir-se, e esfolar-se todo, vai levantar-se sozinho e aí vai, finalmente, mudar. Vai aprender o quanto dói. Vai dar valor às coisas mais pequenas, vai compreender o quanto custa, vai concluir que é tudo uma questão de perspectiva. Vai amadurecer. Só é pena que seja tão tarde. Sim, e continuo a dizer que não. Nem todas as pessoas que têm tudo são frias. Nem todas as pessoas bonitas brincam com as emoções das outras. Claro que ninguém nasce aprendido, mas uns aprendem mais depressa que os outros. Aprendem desde sempre que magoar dói. Dói, não dói? E agora dói-me. Magoa, viola, queima e tortura. Mas quando deixar de me doer, a ti vai estar doer, e muito mais do que a mim. Sim, muito mais. Porque eu, nessa altura, já aprendi.'

I still believe in paradise.

'Cause it's not where you go. It's how you feel for a moment in your life when you're a part of something, and if you find that moment... it lasts forever...

Quanto mais nos elevamos.

menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.

[Nietzche]

It's so easy to laugh it's so easy to hate.

it takes strength to be gentle and kind,
over and over and over.

Tuesday, November 11, 2008

O coração:

é preciso domá-lo, acalmá-lo, ordenar-lhe que bata mais devagar e faça menos alarido, apagar-lhe a memória, o desejo, a saudade, a vontade...

Prendes o mundo dentro das mãos fechadas e o que cabe é pouco mas é tudo o que tens..

I fly like paper, i get high like planes.

Mood:

Cansada de construir sonhos e acordar com esboços.

4.

Queria ter feito do que fomos um filme. Queria poder ter filmado antes de tudo ter acontecido. Queria poder cortar as partes em que não éramos o que queriamos ser, e filmar até ao que poderiamos ser hoje...!

O que é meu vem ter comigo.

Princípio de Vida:

Ser como sou e ser o que sinto e o que penso até ao fim.

Recordar.

Sou do tempo em que valia a pena acordar cedo para ver desenhos animados. Sou do tempo em que todas sabiamos de cor a música de pelo menos quatro canções da Disney. Sou do tempo em que se fazia aquelas coisinhas de papel para ver com quem é que me ia casar. Sou do tempo em que cantava as musicas das Spice Girls mas não sabia bem o que é que estava a dizer. Sou do tempo em que já sabia que a Power Ranger cor-de-rosa e o verde iam acabar juntos. Sou do tempo do Dragon Ball. Sou do tempo dos Tamagochis. Sou do tempo em que a Anabela cantava "Quando cai a noite na cidadeee...". Sou do tempo em que se brincava às Polly Poquet. Sou do tempo da Macarena. Sou do tempo em que se gritava "Olhós namorados, primos e casados!". Sou do tempo do "Tururururu, Inspector Gadget, Tururururuuu!". Sou do tempo em que 500 escudos dava para muita coisa. Sou do tempo do "Bem-vindos ao Mundo encantado dos brinquedos, onde há reis, princesas, dragões!" Sou do tempo das decisões importantes baseadas num sério "Pim-pu-ne-ta". Sou do tempo da franja e cabelinho à tigela, com muito orgulho. Sou do tempo dos Push-Pop. Sou do tempo do quarto escuro sem segundas intenções. Sou do tempo dos "quantos queres?". Sou do tempo em que se respondia aos insultos com um "Quem diz é quem é!".

Friday, November 7, 2008

A principal qualidade do amor é a força.

[in Vai Aonde te Leva o Coração]

As coisas de que temos medo.

costumam ser as que valem mais a pena.

Thursday, November 6, 2008

To live is to choose.

But to choose well, you must know who you are and what you stand for, where you want to go and why you want to get there.

[Kofi Annan]

Monday, November 3, 2008

Na bússola do amor todos temos o nosso norte.

Deve ser por isso que é tão difícil encontrar alguém com as mesmas coordenadas que nós...

Sunday, November 2, 2008

Quando morrer.

voltarei para buscar os instantes que nao vivi junto ao mar.

[Sophia de Mello Breyner Andersen]

Heróis.

são pessoas que fizeram o que tinham de fazer enfrentado as consequências.

Vive.

"Nada levarás quando partires , quando se aproximar o dia final. Vive feliz agora, enquanto podes talvez amanhã já não tenhas tempo para te sentires despertar (...)
Abre os teus braços fortes à vida e não deixes nada à deriva, do céu nada te cairá, trata de ser feliz com o que tens, vive a vida, intensamente, lutando conseguirás!
E quando chegar por fim a tua despedida, certamente que feliz sorrirás, por teres conseguido o que amavas, por encontrares o que procuravas e porque viveste ate ao fim. "

Vamos pela vida intercalando épocas de entusiasmo com épocas de desilusão.

De vez em quando andamos inchados como velas e caminhamos velozes pelo mar do mundo; noutras ocasiões - mais frequentes do que as outras - estamos murchos como folhas que o tempo engelhou. Temos períodos dourados, em que caminhamos sobre nuvens e tudo nos parece maravilhoso, e outros - tão cinzentos! - em que talvez nos apetecesse adormecer e ficar assim durante o tempo necessário para que tudo voltasse a ser belo.
Acontece-nos a todos e constitui, sem dúvida, um sinal de imaturidade. Somos ainda crianças em muitos aspectos.
A verdade é que não temos razões para nos deixarmos levar demasiado por entusiasmos, pois já devíamos ter aprendido que não podem ser duradouros.
A vida é que é, e não pode ser mais do que isso.
Desejamos muito uma coisa, pensamos que se a alcançarmos obtemos uma espécie de céu, batemo-nos por ela com todas as forças. Mas quando, finalmente, obtemos o que tanto desejávamos, passamos por duas fases desconcertantes. A primeira é um medo terrível de perder o que conquistámos: porque conhecemos o que aconteceu anteriormente a outras pessoas em situações semelhantes à nossa; porque existe a morte, a doença, o roubo...
A segunda fase chega com o tempo e não costuma demorar muito: sucede que aquilo que obtivemos perde - lentamente ou de um dia para o outro - o encanto. Gastou-se o dourado, esboroou-se o algodão das nuvens. Aquilo já não nos proporciona um paraíso.
E é nesse momento que chega a desilusão, com todo o seu cortejo de possíveis consequências desagradáveis: podem passar-nos pela cabeça coisas como mudarmos de profissão, mudarmos de clube, trocarmos de automóvel ou de casa, divorciarmo-nos... E, então, surge o desejo de partir atrás de outro entusiasmo: queremos voltar a amar...
Nunca mais conseguimos aprender o que é o amor.
Se nos desiludimos, a culpa não está nas coisas nem está nas outras pessoas. Se nos desiludimos, a culpa é nossa: porque nos deixámos iludir; porque nos deixámos levar por uma ilusão. Uma ilusão - há quem ganhe a vida a fazer ilusionismo - consiste em vestir com uma roupagem excessiva e falsa a realidade, de modo a distorcê-la ou a fazê-la parecer mais do que aquilo que é.
Quando nos desiludimos não estamos a ser justos nem com as pessoas nem com as coisas.
Nenhuma pessoa, nenhuma das coisas com que lidamos pode satisfazer plenamente o nosso desejo de bem, de felicidade, de beleza. Em primeiro lugar porque não são perfeitas (só a ilusão pode, temporariamente, fazer-nos ver nelas a perfeição). Depois, porque não são incorruptíveis nem eternas: apodrecem, gastam-se, engelham-se, engordam, quebram-se, ganham rugas... terminam.
Aquilo que procuramos - faz parte da nossa estrutura, não o podemos evitar - é perfeito e não tem fim. E não nos contentamos com menos de que isso. É por essa razão que nos desiludimos e que de novo nos iludimos: andamos à procura...
De resto, se todos ambicionamos um bem perfeito e eterno, ele deve existir. Só pode acontecer que exista. Mas deve ser preciso procurar num lugar mais adequado.


[Descoberto algures...]

Vício bom.


[... ou então não! ;)]

Afinal quanto vale um toque?

Uma pele que só apetece cheirar, uns braços fortes na nossa cintura e umas mãos decididas? Tudo, meus amigos.Uma mulher quer que a puxem pela cintura, querem que a façam sentir desejada e ao mesmo tempo segura. Querem um homem, não querem um menino".

Segue o teu destino, rega as tuas plantas, ama as tuas rosas.

O resto é sombra de árvores alheias.

Life may not be the party we hoped for, but while we are here, we should dance.

A vida nunca é fácil para aqueles que sonham.

[Robert James Waller]

O bem se faz aos poucos.

O mal, de repente.

[Nicolau Maquiavel]

Friday, October 31, 2008

Dúvida (existencial):

E sem ser Cabrões, já Não existe em Stock?! É que queria um Desses, Sff. (Com garantia, de preferência!)

Thursday, October 30, 2008

Se, depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia, Não há nada mais simples.

Tem só duas datas: a da minha nascença e a da minha morte.
Entre uma e outra todos os dias são meus.


[Alberto Caeiro]

Wednesday, October 29, 2008

A vida está cheia de tarefas inúteis.

Apaixonarmo.nos pela pessoa errada é talvez a mais inútil de todas.

Tuesday, October 28, 2008

É com muita Merda que se aduba a vida.

Tanto faz correr como ir devagar, todo o caminho tem fim.

há que aceitá-lo com dignidade e com a certeza de que, seja o que for que vier, será sempre melhor.

Monday, October 27, 2008

And then, something happened.

I let go. Lost in oblivion. Dark and silent and complete. I found freedom. Losing all hope was freedom.

[in Fight Club]

Sunday, October 26, 2008

Ela abre os braços para manter o equilíbrio.

Abre os braços porque é trapezista de circo. E trapezista da vida, também... Conhece de cor todos os mistérios que envolvem permanecer em cima do arame, ilesa e magnífica. Mas também conhece os mistérios de cair na rede, quando menos se espera, basta um tremer de mãos. Ela sabe que todos os dias tem que acordar, tomar banho, percorrer a corda bamba um milhão de vezes, e voltar para a cama. Ela sabe que no seu peito lhe vive um amor enorme por um homem de olhos brilhantes, mas ainda não sabe que esse amor vai durar-se-lhe para sempre.

[in http://gxxvn.blogspot.com/]

Vejo que aqueles que me tocaram a alma nao conseguiram despertar o meu corpo.

e aqueles que tocaram no meu corpo nao conseguiram antigir minha alma.

[Paulo Coelho]

Mas quero encontrar a ilha desconhecida, quero saber quem sou eu quando nela estiver...

...Não o sabes, Se não sais de ti, não chegas a saber quem és...

[josé Saramago]

Friday, October 24, 2008

Existimos mientras alguien nos recuerda.

Lay down, and listen to your life's cd, track after track, none wasted...

...and If a tear falls while you're listenning,don't be afraid is like the tear of a fan listenning to his favoutrite song...

There's a thousand you's, there's only one of me...

Si es question de confesar...

no se preparar cafe, no entiendo de futbol, y jamas uso reloj...Conmigo nada es facil...

Now alone or not, we have to walk ahead.

one thing to remember is if we are alone, then we are all together in that too*

The most authentic thing about us.

is our capacity to create, to overcome, to endure, to transform, to love and to be greater than our suffering.

[Ben Okri]

Simplicity is the ultimate sophistication.

[Leonardo da Vinci]

Faz o que eu digo mas não faças o que eu faço.

Somos (quase) todos assim.
Deve ter sido por isso que alguém disse em tempos:

'Se os conselhos fossem bons não se davam, vendiam.se!' ;)

O dentro e o fora não são fáceis de compreender simultâneamente.

Thursday, October 23, 2008

Wednesday, October 22, 2008

Pensa que cada dia é, por si só, uma Vida.

We live and we learn to Take One Step at a Time

There's no need to Rush
It's like learning to Fly, or Falling in Love
It's gonna Happen when it's Supposed to Happen
That we Find the Reasons Why...
One Step at a Time!

Um sorriso significa muito.

Enriquece quem o recebe, sem empobrecer quem o oferece; dura apenas um segundo, mas a sua recordação, por vezes, nunca se apaga.

Tuesday, October 21, 2008

O amor maduro diz: Preciso de ti, porque te amo.

O amor imaturo diz: Amo-te porque preciso de ti.

Se construiste castelos no ar, não penses que foi trabalho desperdiçado.

Eles estão onde deveriam estar. Agora constrói os alicerces.

[Henry D. Thoreau]

Recado escrito num papel rosa.


Não fugi.
Fui só às compras.
Não sei porque não fujo, talvez porque não posso.
Não sei porque volto. Talvez porque precise.
Espera por mim que eu volto, enquanto puder.
Mas quando eu fugir, vai atrás de mim
e faz-me sentir amada.


[PAIXÃO, Pedro, Asfixia, Quetzal Editores, 2006, p.25]

O mal completa o bem como a mulher completa o homem.

Há músicas que são (e dão) força.

É bom...

...crescer com os pés na Terra e com a cabeça na Lua.

Com projectos e com sonhos. Com assombro e com encantamento. Com a vista na ponta dos dedos, descobrindo os intestinos das coisas, e perguntando «porquê?»

É bom ser pequeno e grande, mas ser criança (por dentro) para sempre...

Saturday, October 18, 2008

Querer muito, ter a certeza que vai ser assim.

Isso já vos aconteceu? Acordar de manhã e saber que vou ser feliz, porque eu quero, porque eu mereço.

[in http://gxxvn.blogspot.com/]

Lies will flow from my lips.

but there may perhaps be some truth mixed up with them; it is for you to seek out this truth and to decide whether any part of it is worth keeping. If not, you will of course throw the whole of it into the waste-paper basket and forget all about it.

[A Room of One's Own, Virginia Woolf]

Thursday, October 16, 2008

When I can't move, I'll enjoy the still for a while...

and lose myself in waves, and mountains, and the sky..and I'm back here quick as lightning! 'Cause we are just seconds, seconds in a day..

Sunday, October 12, 2008

Some people come into our lives and quickly go.

Some people move our souls to dance. They awaken us to new understanding with the passing whisper of their wisdom. Some people make the sky more beautiful to gaze upon. They stay in our lives for awhile, leave footprints on our hearts, and we are never ever the same.
Sometimes in life, you find a special friend;
Someone who changes your life just by being part of it; Someone who makes you laugh until you can't stop; Someone who makes you believe that there really is good in the world. Someone who convinces you that there really is an unlocked door just waiting for you to open it.

O amor é fodido (2).

Tenho para mim que mulher nenhuma, por muito amada, é suficientemente perseguida. Prefere que um homem a persiga por mil quilómetros e mil dias que mil homens a persigam durante um ano, pela mesma avenida acima.

[Miguel Esteves Cardoso]

O amor é fodido.

Se não fosse o amor, de que poderíamos escrever ou fugir?

[Miguel Esteves Cardoso]

Saturday, October 11, 2008

Fairy tails do not tell children that the dragons exist.

Children already know that dragons exist. Fairy tails tell children that the dragons can be killed.

[G.K. Chesterton]

Friday, October 10, 2008

You can close your eyes for the things you don't want to see.

but you can't close your heart for the things you don't want to feel.

De olhos abertos.

inteiramente acordada sem drogas e sem filtros, só vinho bebido em frente da solenidade das coisas - porque pertenço à raça daqueles que percorrem o labirinto sem jamais perderem o fio de linho da palavra.

[Sophia de Mello Breyner]

Nao importa o quanto foste longe no caminho errado:

volta para trás.

Never take someone for granted...

Hold every person close to your heart because you might wake up one day and realize that you've lost a diamond while you were too busy collecting stones...

Desfazer-se de certas lembranças.

significa Também abrir Espaço para Que outras Tomem o seu Lugar! *

Os outros Falam, os outros Pensam.

mas és Tu que Sentes.

Thursday, October 9, 2008

Some people feel the rain.

others just get wet!

Diante de mim havia duas estradas...

Eu escolhi a menos percorrida, e isso fez toda a diferença.

Pessoa certa.

Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar, é na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas.Mas nem sempre precisamos das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é para na hora que vocês se encontrarem a entrega seja muito mais verdadeira.A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lagrimas, essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma inesquecível noite de amor. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar toda a vida esperando você.A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo, porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo amando, sorrindo, chorando, pensando, agindo, querendo e conseguindo. Só assim, é possível chegar aquele momento do dia em que a gente diz: "Graças a Deus, deu tudo certo!", quando na verdade, tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada, Para que as coisas comecem a realmente funcionar direito prá gente(...).

[Luis Fernando Veríssimo]

Wednesday, October 8, 2008

Quem olha para fora, sonha.

quem olha para dentro, acorda.

To make a person want something, it's only necessary to make the thing difficult to get.

Don't look for love in faces, places...

It's in you.

Don't put your trust in walls.

'Cause walls will only crush you when they fall.

(Des)encontros.

Ela sofria; ele nem ligava.
Ela chorava; ele sorria.
Ela falava; ele não ouvia.
Ele mentia; ela acreditava.
Ela esperava-o; ele não voltava.
Ela queria coisa séria; ele só se queria divertir.
Ela sorria pra ele; ele ria-se dela.
Ela acreditava em tudo o que ele dizia; ele dizia o mesmo para as outras.
Ela queria pra sempre; ele só por um momento.
Ela entregava-se; ele evitava-a.
Ela falava: amo-te; ele apenas sorria.
Ela ficava pelo conteúdo; ele ficava por quantidade.
Ela procurava o príncipe; ele procurava a próxima.
Ela queria-o; ele queria uma.
Ele descobriu que ela era única; ela descobriu que ele era só mais um.

Tuesday, October 7, 2008

Sonha e serás livre de espírito.

Luta e serás livre na vida.

[Ernesto Che Guevara]

Há pessoas que transformam o sol numa simples mancha amarela.

Mas há aquelas que fazem de uma simples mancha amarela o próprio sol.

[Pablo Picasso]

Assim como a criança me disse que não tinha medo de andar com os pés no chão e se magoar...

...também eu ganhei coragem, e fui.

Who will save your soul after all the lies that you told?

Who will save your soul if you won't save your own?

(because) i (still) Believe in Love.



[So pick me. Choose me. Love me.]

Tudo o que alguém tem para si mesmo...

... aquilo que o acompanha na solidão e que ninguém lhe pode dar ou tirar, é muito mais essencial do que tudo o que tem e do que representa perante os olhos alheios.

[Schopenhauer]

Rather than Love, than Money, than Faith, than Fame, than Fairness...

... give me Truth!

[Thoreau]

Sunday, October 5, 2008

Nada a meio gás funciona bem.

Have some fire. Be unstoppable.

Be a force of nature. Be better than anyone here, and don't give a damn what anyone thinks.

Once upon a time, happier ever after.

The stories we tell are the stuff of dreams. Fairy tales don't come true. Reality is much stormier. Much murkier. Much scarier.

True.

Patient: Why do men cheat? My husband slept with my friend, he lost his job and then he slept with my friend, telling me he loves me. Why?
Alex: Maybe he was low, he was down and he didn't want you to see him like that, in pain, weak, less than a man. He has his pride so he turned away. It's not right but it doesn't mean he doesn't care about you. I SWEAR it doesn't.


[in Grey's Anatomy]

There are no holes in his shoes.

But a big hole in his world...

É preciso tentar ser feliz nem que seja apenas para dar o exemplo.

Friday, October 3, 2008

I hear and I forget. I see and I remember. I do and I understand.

It is easy to hate and it is difficult to love.

This is how the whole scheme of things works. All good things are difficult to achieve; and bad things are very easy to get.

Every man is guilty of all the good he did not do.

[Voltaire]

Thursday, October 2, 2008

Há pessoas que se afastam para pensar.

Umas voltam, outras nunca vão voltar.

Wednesday, October 1, 2008

Finding someome is like finding yourself a home.

If the key fits - just open the door.

Conselho é uma forma de nostalgia.

dar conselho é forma de resgatar o passado da lata do lixo, limpá-lo, esconder as partes feias, e reciclá-lo por um preço maior do que o que vale.

Ser mulher.

"Um dia, perguntaram-me como é ser mulher nos dias de hoje
E eu respondi que ser mulher é aprender...
Percebi que a minha resposta não tinha sido muito clara e satisfatória...
Tentei explicar e disse, orgulhosamente,
Que ao longo de muitos anos a mulher aprendeu
A não andar de joelhos curvados e de cabeça baixa...
Aprendeu a levantar-se sozinha e a secar as próprias lágrimas...
Ela percebeu que podia ser muito mais do que as pessoas lhe diziam...
Aprendeu a tirar a roupa e a mostrar-se sem medo…
E percebeu que também sentia desejos e que gostava de senti-los...
E andando com as próprias pernas,
Ela entendeu que havia espaço suficiente para ela em qualquer lugar
E decidiu ocupá-los...
Ela não se intimidou com o longo caminho que iria percorrer
Para fazer com que os outros entendessem
Que ela tinha direito aos direitos que lhe pertenciam...
E ela, na sua magnífica força e coragem, aprendeu a ser livre,
A gritar quando tem vontade,
A chorar quando precisa de chorar,
E a sorrir mesmo quando a situação não permitir sorrir...
Mas, acima de tudo, aprendeu a ser forte...
De calças compridas, salto alto, com rosto pintado e cabelos penteados...
Ela aprendeu a ser muito mais do que uma mulher vaidosa...
Aprendeu a ser idealista, determinada e precisa...
Aprendeu a falar alto quando necessário...
Mas não foi só isso...
Ela aprendeu muito mais...
Aprendeu com a vida, com a situação,
Com a dor (a não ser apenas uma reprodutora e esposa)...
Aprendeu que ela é uma parte importante na história,
Alguém que poderia ultrapassar,
Com ousadia e coragem, os limites da hierarquia...
Ela ensinou aos outros a terem respeito pela sua luta
E alguns assim entenderam, outros não...
Ela aprendeu a tomar conta de si mesma,
A tomar decisões e a não ter medo de dizer: "Eu posso"...
Aprendeu que não se deve ter vergonha do sexo,
Nem de dizer que gosta de sexo...
Aprendeu a tomar iniciativa e a dizer "não" quando necessário...
E percebeu que pode prevenir-se…
E decidir a hora certa de ser mãe sem ser pressionada...
E perante os olhos intimadores dos homens e de tamanha curiosidade,
Ela levantou a cabeça e mostrou que não era uma boneca de porcelana,
Mas que podia ser quebrada várias vezes…
E que sempre conseguia juntar-se sem perder nenhum dos pedaços...
Isso é ser mulher!
A mulher é o único ser da criação, que abriga dentro de si, um templo.
Só ela sabe ser deusa e ser santa, ser rainha e ser mulher.
Ser forte quando precisa e ser frágil quando quer.
A mulher gera vidas e cria a humanidade.
Que sabe ser estrela, e sabe ter saudade.
Só ela sabe ser mulher e ser menina, ser sedutora e ser seduzida.
É luz que brilha, acalma e tranquiliza.
Ela é música quando é alegria, é ritmo vibrante quando improvisa.
É tempestade quando chora e um vulcão quando ama.
Sofre discriminação, é incompreendida mas sabe superar.
Sofre também preconceitos, tem lá os seus defeitos, mas sabe perdoar.
Ela consegue lutar pela vida, se transformar em fera, mas sem perder a doçura.
É mulher e é amante, companheira, guerreira.
Ela pode até perder a luta, mas nunca perde os seus ideais.
Pode perder os seus amores, mas nunca desiste dos seus sonhos.
A mulher é feminina, sensível, amável, sem perder a força.
Ela é ternura quando envolve, é segredo quando encanta.
Assume como a lua, ela tem as suas fases todas imprevisíveis.
E com certeza a mulher é o maior de todos os mistérios,
Que alguns homens ainda não conseguiram desvendar! "

Mais tarde...



eu prefiro deixar a amargura para mais tarde, fazer esperar a agonia até mais tarde... mais tarde, até mais não poder ser.

It's easy to get lost in you...

and fall asleep inside of you.

Eu moro num cenário, do lado imaginário.

Eu entro e saio sempre quando estou a fim.

Tuesday, September 30, 2008

A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua.

Existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência.

Monday, September 29, 2008

Prefiro lutar e não ganhar nada do que ficar a pensar nos "ses".

"Of all the things I question in life, I have one answer in my mind.

What you need is that one person who keeps you going, that one person who manages to take all the pain away. It amazes me that the one person who stays with you through everything, makes you forget all about the others who didn't. A single soul out of the billions in the world can make you feel like you are the world. Life is only worth living if there is someone worth living for. You need that someone who fills the empty space in your heart, someone who lets you know you're so much more than enough."

Há bocado.

assim de um momento para o outro, fixei o tecto e tomei uma decisão - talvez a mais importante da minha vida. decidi não me prender ao orgulho das coisas escuras, não pensar no que vem a seguir, sorrir para sempre, não evitar as melhores emoções por saber que ainda são efémeras e depois dói perdê-las, fazer tudo com pouco, mais com menos.

[in http://gxxvn.blogspot.com/]

Friday, September 26, 2008

Gosto de ouvir música de olhos fechados.

Mas gostava que soubesses que já gosto muito de ti, embora ainda não tenha tido tempo de saber o que é isso de gostar muito de ti.

Não faz mal, logo se vê. Não, o que me assusta mesmo muito, quase terror por vezes, e depois não poder voltar atrás, tão simplesmente como quem põe uma fita de cinema a rebobinar. Quero dizer, depois de começar a gostar de ti como gosto, já não consigo desfazer isso que se fez, sei lá o que, o que tu quiseres, isso tudo, o que nos traz juntos ate aqui, se tu quiseres.

[Pedro Paixão]

É tão estranho conhecer uma pessoa.

Tão difícil que parece impossível. Não existir e passar a existir: uma pessoa inteira, um mundo inteiro. Onde caberá um mundo inteiro neste mundo pequenino? Como é que se consegue? Como é que se faz?

[Pedro Paixão]

O sorriso.

Creio que foi o sorriso,
sorriso foi quem abriu a porta.
Era um sorriso com muita luz
lá dentro, apetecia
entrar nele, tirar a roupa, ficar
nú dentro daquele sorriso.
Correr, navegar, morrer naquele sorriso.


[Eugénio de Andrade]

Thursday, September 25, 2008

Às vezes sinto que os anos me passam ao lado.

outras vezes que me passaram por cima, é conforme...!

[M.R.P.]

Tuesday, September 23, 2008

Estado permanente de flor.

E se você desejar me conhecer...
Vou te ensinar o itinerário...
Primeiro, esqueça o horário...
Liberte-se das capas, mapas e mentiras...
e ria junto comigo...
Não gosto de formalidades, muito tato que leva às meias-verdades...
Serei sempre do tamanho que você me enxergar...
Porém...veja-me como sou,
não diga que tenho valor se você não me dá o devido...
Não sou de vidro, não quebro à toa...
Na boa, trata-me com a intensidade necessária
e não me faça de deusa...
se você não consegue vê-la em mim.
Meu pedido, meu recado e tudo que preciso
está escrito no tempo...
Vento...calmarias e nada mais pode apagar isso...
O que preciso é de eternidade...
Sendo assim...aprecie o que te ofereço de coração...
Observe-me com a leveza de uma bolha de sabão...
e ache minha beleza...
Ela está ao meu redor...no meu calor...no meu estado permanente de flor.



[Karla Bardanza]

Monday, September 22, 2008

Independent Love Song.

Sou mulher de (uma) palavra e meia.

Tenho o verde secreto dos teus olhos, algumas palavras de ódio, algumas palavras de amor.

O tapete que vai partir para o infinito esta noite ou uma noite qualquer.

The art of Losing.

The art of losing isn't hard to master;
so many things seem filled with the intent
to be lost that their loss is no disaster.

Lose something every day. Accept the fluster
of lost door keys, the hour badly spent.
The art of losing isn't hard to master.

Then practice losing farther, losing faster:
places, and names, and where it was you meant
to travel. None of these will bring disaster.

I lost my mother's watch. And look! my last, or
next-to-last, of three loved houses went.
The art of losing isn't hard to master.

I lost two cities, lovely ones. And, vaster,
some realms I owned, two rivers, a continent.
I miss them, but it wasn't a disaster.

...Even losing you (the joking voice, a gesture
I love) I shan't have lied. It's evident
the art of losing's not too hard to master
though it may look like (Write it!) like disaster.


[Elizabeth Bishop]

Sunday, September 21, 2008

Uma boa memória é útil.

mas também o é a capacidade de esquecer.

Só há dois tipos de problemas:

os que o tempo resolve e os que nem o tempo resolve.

[Margarida Rebelo Pinto]

Thursday, September 18, 2008

What if i were smiling and running into your arms?

Would you see then what i see now?

Quem bem te faz amar faz-te chorar.

[Inês Pedrosa in Fazes-me Falta]

Tudo aquilo de que duvidamos é possível.

Se a guerra se faz com mísseis, não adianta cansarmo-nos a atirar-lhes pedras.

[Inês Pedrosa in Fazes-me Falta]

Um (meu) modo de vida:


[Foto de Egídio Santos]

Não tenho pena de ter o coração fechado, é muito mais fácil viver assim.

De vez em quando abro um pequeno compartimento e alguém entra, mas é só para espreitar, nunca fica muito tempo...

A palavra de ordem é construção.

E devagarinho. Não gosto de quem aparece de um dia para o outro. É como um castelo de areia: se pusermos areia, calcarmos, mais um bocadinho de areia, fica mais sólido. Podemos (então) construir alguma coisa sobre isso.

Porque os outros se mascáram mas tu não.

Porque os outros usam a virtude para comprar o que não tem perdão.
Porque os outros têm medo mas tu não.
Porque os outros são os túmulos caiados onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.
Porque os outros se compram e se vendem e os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros sao hábeis mas tu não.
Porque os outros vão à sombra dos abrigos e tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

[Sophia de Mello Breyner Andresen]

Vem por aqui!

...dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...

A minha glória é esta:
Criar desumanidade!
Não acompanhar ninguém.
- Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe

Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...

Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...

Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tectos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura!
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...

Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém.
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções!
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
- Sei que não vou por aí!

[José Régio]
'Danças no meu peito, ainda'.

Longe da vista.

Perto do coração.

Nadie nos pertenece.

salvo en el recuerdo.

She dreams in Colours, She dreams in Red....


[O meu sorriso, quando estou feliz, acredito que possa ser o melhor do mundo...!]

Wednesday, September 17, 2008

Um homem tem de criar raízes e não pode ser feliz a vida inteira em salas de embarque de aeroportos.

[Margarida Rebelo Pinto]

As segundas escolhas são para os vencidos da vida, para aqueles que já perderam a força de sonhar e de lutar.

quem quer mesmo o melhor não desiste, joga os noventa minutos, vai a prolongamento e aguenta todos os campeonatos que forem precisos até conquistar a taça.

[Margarida Rebelo Pinto]

Tuesday, September 16, 2008

Amor é não haver polícias.

The faith shall set me free.

Set me free, free...

É melhor morrer de pé do que viver ajoelhado.

Quero brilho dos olhos.

e viragens repentinas do irredutível, viagens ao outro lado do mundo por apenas um fim de semana, amor de rebentar botões de camisas, cafés olhos nos olhos e gargalhadas cúmplices. Quero sorte das estrelas, passos firmes, e o teu cheiro para sempre no meu cabelo.

[inhttp://gxxvn.blogspot.com/]

Thursday, September 11, 2008

Devemos fazer da interrupção, um caminho novo.

Da queda, um passo de dança.
Do medo, uma escada. Do sonho, uma ponte. E da procura, um encontro.

[Fernando Pessoa]

I call myself a Peaceful Warrior.

...because the battles we fight are on the inside.

Acabar à homem.

"Há uns tempos a Joana
- Pai, acabei um namoro à homem
Perguntei como era acabar um namoro à homem e vai a miúda
- Disse-lhe o problema não está em ti, está em mim
o que me fez pensar como as mulheres são corajosas e os homens cobardes. Em primeiro lugar só terminam uma relação quando têm outra. Em segundo lugar são incapazes de
- Já não gosto de ti
- Não quero mais
chegam com os discursos vagos, circulares
- Preciso de tempo para pensar
- Não é que não te amo, amo-te, mas tenho de ficar sozinho umas semanas
ou declarações do género de
- Tu mereces melhor do que eu
- Estive a reflectir e acho que não te faço feliz
- Necessito de um mês de solidão para sentir a tua falta
e aos amigos
- Dá-me os parabéns que lá me consegui separar da chata
- Custou mas foi
- Amandei-lhe aquelas lérias do costume e a gaja engoliu
- Chora um dia ou dois e depois passa-lhe
e pergunto-me se os homens gostam verdadeiramente das mulheres. Em geral querem uma empregada que lhes resolva o quotidiano e com quem durmam, uma companhia porque têm pavor da solidão, alguém que os ampare nas diarreias, nos colarinhos das camisas, nas gripes, tome conta dos filhos e não os aborreça. Não se apaixonam: entusiasmam-se e nem chegam a conhecer com quem estão. Ignoram o que ela sonha, instalam-se no sofá do dia a dia, incapazes de introduzir o inesperado na rotina, só são ternos quando querem fazer amor e acabado o amor arranjam um pretexto para se levantar (chichi, sede, fome, a janela de que se esqueceram de baixar o estore)
ou fingem que dormem porque não há paciência para abraços e festinhas, pá, e a respiração dela faz-me comichão nas costas, a mania de ficarem agarrados à gente, no rónhónhó, a mania das ternuras, dos beijos, quem é que atura aquilo? Lembro-me de um sujeito que explicava
- O maior prazer que me dá ter relações com a minha mulher é pensar que durante uma semana estou safo
e depois pegam-nos na mão no cinema, encostam-se, colam-se, contam histórias sem interesse nenhum que nunca mais terminam, querem variar de restaurante, querem namoro, diminutivos, palermices e nós ali a aturá-las. O Dinis Machado contava-me de um conhecedor que lhe aclarava as ideias
- As mulheres têm fios desligados
e um outro elucidou-me que eram como os telefones: avariam-se sem que se entenda a razão, emudecem, não funcionam e o remédio é bater com o aparelho na mesa para que comecem a trabalhar outra vez. Meu Deus, que pena me dão as mulheres. Se informam
- Já não gosto de ti
se informam
- Não quero mais
aí estão eles a alterarem a agressividade com a súplica, ora violentos ora infantis, a fazerem esperas, a chorarem nos SMS a levantarem a mãozinha e, no instante seguinte, a ameaçarem matar-se, a perseguirem, a insistirem, a fazerem figuras tristes, a escreverem cartas lamentosas e ameaçadoras, a entrarem pelo emprego dentro, a pegarem no braço, a sacudirem, a mandarem flores eles que nunca mandavam flores, a colocarem-se de plantão à porta dado que aquela puta há-de ter outro e vai pagá-las, dispostos a partes-gagas, cenas ridículas, gritos. A miséria da maior parte dos casais, elas a sonharem com o Zorro, Che Guevara ou eu, e eles a sonharem com o decote da vizinha de baixo, de maneira que ao irem para a cama são quatro: os dois que lá se deitam e os outros dois com quem sonham. Sinceramente as minhas filhas preocupam-me: receio que lhes caia na sorte um caramelo que passe à frente delas nas portas, nãos lhes abra o carro, desapareça logo a seguir por chichi-sede-fome-persiana-mal-descida-e-os-ladrões-percebes, não se levante quando entram, comece a comer primeiro e um belo dia
(para citar noventa por cento dos escritores portugueses)
- O problema não está em ti, está em mim
a mexerem na faca à mesa ou a atormentarem a argola do guardanapo, cobardes como sempre. Não tenho nada contra os homens: até gosto de alguns. Dos meus amigos. De Schubert. De Ovídio. De Horácio, de Virgílio. De Velásquez. De Rui Costa. De Einzenberger. Razoável a minha colecção. Não tenho nada contra os homens a não ser no que se refere às mulheres. E não me excluo: fui cobarde, idiota, desonesto.
Fui
(espero que não muitas vezes)
rasca. Volta e meia surge-me na cabeça uma frase de Conrad em que ele comenta que tudo o que a vida nos pode dar é um certo conhecimento dela que chega tarde demais. Resta-me esperar que não seja tarde para mim. A partir de certa altura deixa de se jogar às cartas connosco mesmos e de fazer batota com os outros. O problema não está em ti, está em mim, que extraordinária treta. Como os elogios que vêm logo depois: és inteligente, és sensível, és boa, és generosa, oxalá encontres etc., que mulher não ouviu bugigangas destas?
Uma amiga contou-me que o marido iniciou o discurso habitual
- Mereces melhor do que eu
levou como resposta
- Pois mereço. Rua.
Enfim, mais ou menos isto, e estou a ver a cara dele à banda. Nem uma lágrima para amostra. Rua. A mesma lágrima para amostra. Rua. A mesma amiga para uma amiga sua.
- O que faço às cartas de amor que me escreveu?
e a amiga sua
- Manda-lhas. Pode ser que lhe façam falta.
Fazem de certeza: é só copiar mudando o nome. Perguntei à minha amiga
- E depois de ele se ir embora?
- Depois chorei um bocado e passou-me.
Ontem jantámos juntos. Fumámos um cigarro no automóvel dela, fui para casa e comecei a escrever isto. Palavra de honra que na janela uma árvore a sorrir-me. Podem não acreditar mas uma árvore a sorrir-me."

[António Lobo Antunes In Visão]

Aquilo que eu procuro não vem em nenhum catálogo...

Wednesday, September 10, 2008

O amor é vontade.

já dizia Sá de Miranda, poeta petrarquista.
Quando uma pessoa se quer apaixonar apaixona-se mesmo, ainda que por um sapo, desde que ele esteja disponível. A ocasião faz a paixão e quem feio ama bonito lhe carece.

[M.R.P.]

O Cemitério dos Poetas.

Há pessoas que põem palavras nos nossos sentimentos. Parecem-se com os poetas. Mas depois, de surpresa, abandonam os nossos sonhos pé ante pé ou de “pantufas”. Não sei... Na verdade, decepcionam-nos (devagarinho) e, quando damos por isso, apagam-se dentro de nós. Deixam de ser preciosas e, por tudo o que valeram, não podem voltar a ser só (!) nossas amigas. Partem para uma “terra de ninguém”, muito distante do sítio onde vivem os génios da lâmpada, o Pai Natal, as fadas e os duendes. E por lá ficam. Mais ou menos errantes.
Imagino esse lugar, onde se acotovelam tantas pessoas que nos disseram tanto, como um Purgatório, com a particularidade de lá não se ser promovido, com facilidade, até ao Céu. É verdade que essas pessoas não se transformam num inferno dentro de nós, embora, por vezes, surjam, ora como um vulto ora como uma silhueta ou, até mesmo, como uma estrela cadente que, atravessando o nosso coração, já não provoca um arrepio (muito menos, um calafrio, que são aqueles sentimentos impetuosos que nos desabotoam a cabeça e nos deixam a arder de paixão e a tremer de medo, ao mesmo tempo).
Afinal, não são nem amigos nem amores. Transformam-se num museu? Numa arqueologia de todos os amores, por exemplo? Às vezes, nem isso. Infelizmente. Se fosse assim, estáticas, empoeirados, seguravam-se no nosso coração. O que não acontece às pessoas que foram perdendo a magia...
Este “não sei onde” é uma espécie de cemitério de poetas dentro de nós. Um lugar de silêncio que convida a espreitar para o que sentimos. Com surpresa e com dor, ao descobrirmos que, ao contrário do que sempre desejámos, há relações – luminosas - que foram morrendo para nós. Às vezes assusta. Afinal, não é simpático descobrirmos que mora em nós alguém que, não sendo o Capitão Gancho, tenha ajudado a morrer quem trouxe poesia, ou luz, ou um insustentável rebuliço ao que sentimos... Às vezes, atormenta. Porque magoa descobrirmos que – mesmo quando nos imaginamos a dar a sala mais espaçosa do nosso coração - também nós, dentro de algumas, vivemos sem viver, errantes, nesse “não sei onde” de alguém, entre os seus amigos e os seus amores. Às vezes ainda, somos tocados pelos galanteios da vida e, levados pelo entusiasmo, imaginamos que, se desejarmos com muita força, algumas das pessoas que guardamos no nosso cemitério de poetas ressuscitam e regressam, cheias de luz, para surpresa do Pai Natal ou das fadas. Eu sei que também entre as pessoas há quem pareça mágico mas intocável. Como eles. Mas: esse é o cais de embarque que, de surpresa, nos pode levar (sem volta) para o cemitério dos poetas.


[Eduardo Sá]

Monday, September 8, 2008

Great dancers are not great because of their technique.

they're great because of their passion!

[Martha Graham]

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final.

Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.
Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?
Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....
Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco.
O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.

As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora...
Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem.
Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração... e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora! Soltar! Desprender-se!

Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos....

Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.
Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal".

Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!
Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.
Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és....

E lembra-te:

Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão.

[Fernando Pessoa]

Sunday, September 7, 2008

A esperança.

"A esperança desponta precisamente quando o espírito descai, quando a emoção se esvazia, quando a firmeza se apaga, quando a vontade murcha. é nessa altura que se chega à Esperança. A Esperança é esperar, é estar longamente, lentamente e continuamente à espera. A Esperança é perder o sonho e a ânsia, é perder a aspiração e o desejo e, apesar disso, confiar, acreditar, continuar à espera. Esperar todos os dias, como no dia anterior."

É tempo de ir sem pensar em voltar.

Tempo de ir. Apenas ir. É tempo de rir. Rir da vida. Rir de nós. Rir de tudo. É tempo de não fazer nada. É tempo de fazer tudo. É tempo de viver.

in 3 words i can resume everything i've learned about life:

it goes on!

Escreve na areia aquilo que dás.

grava numa rocha o que recebes.

Alma de pássaro.

És um pássaro livre. [Vou deixar a (minha) gaiola aberta.*]

Friday, September 5, 2008

Nunca receies a adversidade:

lembra-te de que os papagaios de papel sobem contra o vento & não a favor dele!

God is a DJ.

Life is a dancefloor, Love is the Rhythm and You are the music!

Tuesday, September 2, 2008

Thursday, August 28, 2008

It’s not that I want you to live a lie.

It’s just that, through your eyes, I see the loss of what you could be...

Monday, August 25, 2008

It might not be the right time, I might not be the right one.

But there's something about us I got to say, cause there's something between us anyway...

Friday, August 22, 2008

Fotografar.

é colocar na mesma linha de mira a cabeça, o olho e o coração. É uma forma de vida.



[Henry Cartier - Bresson]

Watch your thoughts, they become words.

Watch your words, they become actions. Watch your actions, they become habits. Watch your habits, they become character. Watch your character, it becomes your destiny!

Thursday, August 21, 2008

I believe in pink.

I believe that loving is the best calorie burner. I believe in french kissing. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe...

[Audrey Hepburn]

Wednesday, August 20, 2008

There must be people whose job it is to use the right words, put things in a way.

who when their heart beats, can get other people's hearts to beat.

Sometimes we need a little controversy...

the natural order it's not the only one.

Justiça.

não é só o modo como castigamos aqueles que nos prejudicam... é também o modo como tentamos salvá-los.

Arrisca!

arrisca como se não existisse possibilidade alguma de falhar...

Pouca sinceridade é uma coisa perigosa.

e muita sinceridade é absolutamente fatal.

Monday, August 18, 2008

A vida não muda se não a mudares.

O mundo não gira se não o girares. Avança na dança da tua mudança.. Faz guerra à guerra e à ignorância... Lembra que quem sonha pode mover a montanha...!

Thursday, August 14, 2008

Porque vivemos como se o Tempo nos pertencesse infinitamente?

Como se pudéssemos repetir tudo de novo, como se pudéssemos alguma coisa?!

[Inês Pedrosa]

O que é uma alma?

Uma alma é um vício.

[Fanny Owen]

O que sou é o único lugar seguro que conheço.

E mesmo assim, tem dias.

Não se consegue amar completamente senão na memória.

[Inês Pedrosa]

Apesar de raramente termos consciência disso.

não há dúvida de que a necessidade mais profunda do ser humano é dar-se.

Monday, August 11, 2008

Quando te fores embora, não faças barulho.

Prefiro não saber, não te ouvir, não sentir ao olhar a tua sombra na parede e perceber que pode ser a última vez que a luz desenha o teu perfil aquilino, metade pássaro, metade imperador. Prefiro não saber que partes, porque ao menos assim, não choro a tua ausência, porque não me foi anunciada. E se não fizeres barulho e eu continuar adormecida, no dia seguinte vou imaginar que acordei em um outro lugar, que entrei numa dimensão desconhecida, que mudei de nome e de coração e que, como nunca te conheci, não posso chorar a tua perda.


[Margarida Rebelo Pinto]

No meu mundo.

Ganhando ou perdendo, sou sempre campeã.

Guardar.

'Significa deitar maõs à obra, olhar para cada coisa, pegar-lhe com cuidado e atribuir-lhe, primeiro, uma importância e, depois, uma gaveta. Como um sotão que se arruma mantendo intactas todas as peças e, até, alguma poeira que o tempo acumulou. Ninguém deve limpar o chão de um sotão antigo com baldes de lixívia e uma escova dura. Separa-se o que não interessa ou já não tem utilidade e deita-se o lixo no lixo. E exactamente isso que deviamos fazer com o nosso passado. Separar o que nao interessa, arrumar muito bem nas gavetas os pequenos e grandes tesouros e deitar o lixo no lixo'.

Sunday, August 10, 2008

Hapiness is only real when shared.

Aquele que eu amo desejo que seja livre...

... até de mim.

[Anne Morrow Lindbergh]

Não há nada mais sugestivo do que um perfume.

Precisamente porque é uma lembrança que não pudemos desvanecer.

[Christian Dior]

Nothing lasts forever.

so life it up, drink it down, laugh it off, avoid the bullshit, take chances, and never have regrets, because at one point, what you did was exactly what you wanted.

Estou:

A pôr os sapos no Zoo e o Príncipe no meu castelo!

Sou apenas aquilo que tenho de ser.

e não me esforço por ser mais, apenas melhor.

Friday, August 8, 2008

As bagagens que trazia deixei dispersas no chão.

tudo aquilo que eu mais queria cabe na palma da mão.

Never say goodbye when you still want to try.

Never give up when you still feel you can take it. Never say you no longer love a person when you can't let go. If you love someone, tell them.

Monday, August 4, 2008

Tuesday, July 29, 2008

Vou só ali até aos Algarves.

[Volto já! Quem diz já diz daqui a um bocado...;)]

Oh amor, deixa a dor pra depois.

Só alguns sabem que, se subirem o murro, está uma praia bonita onde há sol o ano inteiro...

Floripa.



[Às vezes tenho saudades. Mas só às vezes.]

She lives in your Lap.*

[*Apetece.me Amor!]

Start by doing what's necessary.

Then do what's possible, and suddenly... you are doing the impossible.

[Francis of Assisi]

The measure of a man cannot be whether he ever makes mistakes, because he will make mistakes.

It's what he does in response to his mistakes. The same is true of companies. We have to apologize, we have to fix the problem, and we have to learn from our mistakes.

[Wil Shipley]

Sunday, July 27, 2008

Falhar mostra que temos força para aceitar desafios.

Por isso, tento ver os fracassos como oportunidades de evolução.
O único fracasso inaceitável é desistir.

Sucesso é ter o que se quer.

Felicidade é querer o que se tem.

[Dan Baker]

Ter coragem não é deixar de ter medo.

É agir apesar do medo.

Muitos dizem.

que quem nos surpreende uma vez, surpreende-nos sempre e muitas vezes...

[Será?!]

If it takes control of your body and soul, embrace it.

If it makes you cry or leaves you wondering why:
Don't turn around, face it.

É tempo:

de ficar com a pele vestida de sal depois da praia, de misturar os pés na areia fina.

Passo dopo passo.

continuerò a crescere, continuerò a vincere, continuerò a perdere... continuerò a commettere errori e continuerò a impare!

Os grandes momentos da vida vêm por si mesmos.

Não faz sentido esperá-los.

Não aceito turistas.

Meu mundo tá fechado prá visitação.

Saturday, July 26, 2008

She knows forbidden things they have a lovely lure.

Há pensamentos que são orações.

Há momentos nos quais, seja qual for a posição do corpo, a alma está de joelhos.

O campo do inimigo.

Sabias desenhá-lo com a nitidez de um relvado de futebol. Gostavas de futebol porque era parecido com a verdade. Mesmo com árbitros comprados. Ou notas correndo em rios gordurosos debaixo das mesas de fiscais, empresários, advogados. Mesmo quando se tornou um negócio. Os maus e os bons, os puros e os impuros; sim, o correr das notas tornava as distinções mais árduas. Mas o sol sobre o relvado decidia tudo - as pernas dos bons homens correndo atrás da bola da verdade.
- Vê-se tão bem quem joga com tudo o que é e quem joga só com o corpo, dizias tu. Porque é que a vida não é transparente como um jogo de futebol?!

[Inês Pedrosa in Fazes-me Falta]

Vive-se melhor a inventar a verdade todos os dias, dizem-me.

Faz de conta que não morres. Faz lá. Nós os dois queríamos inventar tudo menos a verdade. Mesmo que ela fosse nossa inimiga. Sobretudo quando ela era nossa inimiga. Queríamos matar a verdade má e espalhar a verdade boa.

[Inês Pedrosa in Fazes-me Falta]

Fazes-me falta.

Mas a vida não é mais do que essa sucessão de faltas que nos animam.

[Inês Pedrosa in Fazes-me Falta]

O que somos para além do que vamos sendo?

O medo atrai a desgraça.

Não se pode ser feliz só com a amizade.

Nem só com o amor.
Se conseguissemos ser inteiramente felizes, o que ficaria para desejar?

[Inês Pedrosa in Fazes-me Falta]

Há menos peixinhos a nadar no mar.

Do que os beijinhos que eu darei na sua boca.

[Tom Jobim]

Respirar fundo é bom.

[Breathe in, breathe out,...]

Hoy solo quiero bailar.

ver al cielo y cerrar los ojos solo para despegar hacia un mundo azul de sueños locos.

[Belanova]

you think I ain't worth a dollar.

but I feel like a funkin' millionaire.

Love conquers all.

Faith can move mountains, Everything happens for a reason, Where there's life there's hope...
Well,they gotta tell us something right...

A palavra escrita.

ensina a ouvir a voz humana.

[Yourcenar]

(Sempre fui melhor a expressar-me pela escrita do que pela fala... Na volta porque talvez seja assim que me oiço melhor. Quiçá.)

Thursday, July 24, 2008

E a duração tá em cada exploração pessoal.

Até que o coração decidir e dê a batida final...

[Sam the Kid]

All i can do is Be me.

Whoever that is.

Wednesday, July 23, 2008

There are no shortcuts.

In life, and in Love, this pain must be felt. The alternative is much worse. It's what makes us special, what makes us beautiful, what makes us worthy. It's the pain of how we love. But the pain is accompanied by something else, isn't it? Hope. With your pain, there is hope and that is what you are. Somewhere between agony and optimism and prayer. So, you're human. You're alive. And that is what we have.

[Brothers&Sisters]

Protection.

Now you can't change the way she feels
But you can put your arms around her
...

Vulnerabilidade e força andam de mãos dadas.

A minha paixão.

'Chego a conclusao de que as pessoas têm medo de se apaixonarem porque têm medo de sofrer. Faz-me lembrar aquela velha situacao em que se chega com um animal a casa e os pais o rejeitam liminarmente, dizendo que é mais um para termos um desgosto, nem penses, leva-o daqui para fora enquanto é tempo, enquanto lhe vão fazendo uma festinha no focinho.

A paixão é mais ou menos isto. Uma vontade de a agarrarmos sem reservas sem contudo a aceitarmos de ânimo leve. É isto, não é?! Uma vontade de ficarmos para toda a vida com ela, mesmo sabendo que um destes dias o mais certo é morrer atropelada por alguém que nao a viu a tempo. Talvez por isto, a minha paixão por ti atravessa sempre nas passadeiras e olha para os dois lados antes de chegar à outra margem. Quero que saibas que a minha paixão por ti é órfã de pai e mãe, mas vive feliz na Casa do Gaiato. Não tem vícios, não bebe, não fuma e já não tem a esperança de encontrar os parentes que a fizeram nascer. Talvez porque tenha aprendido a crescer sozinha e se tenha habituado a essa condição, na certeza de que o mais importante na vida nao é o triunfo, mas a luta para o alcançar.
A minha paixão já não chora à noite porque se lhe secaram as lágrimas e reduziram a terra húmida todos os seus sonhos. Já não espera pelo beijinho de boas-noites porque sabe que ele não vem e, por isso, num raro exercício de auto-estima abraca-se a ela própria como se estivesse a ser agarrada. A minha paixão não tem dono, não é de ninguém, é autodidacta e vive só por ela. A minha paixão existe, vive comigo sem estar aqui e é isso que importa.'

Sabes qual o erro que cometemos sempre?

Acreditar que a vida é imutável; que, mal escolhemos um carril, temos de o seguir até ao fim.

Tuesday, July 22, 2008

As mulheres sao como os saquinhos de chá:

só saberás o quão fortes podem ser depois de as meteres em água quente.

Se somos aquilo que comemos...

a partir de agora só vou comer coisas boas.

Queriendo convertir los campos en ciudad, mezclando el cielo con el mar.

...Ahogándome entre fotos y cuadernos, entre cosas y recuerdos que no puedo comprender...

Monday, July 21, 2008

"Na terra há tristeza dentro das coisas bonitas.

– Isso é por causa da saudade – disse o rapaz.
– Mas o que é a saudade? – perguntou a Menina do Mar.
– A saudade é a tristeza que fica em nós quando as coisas de que gostamos se vão embora .."



[Sophia de Mello Breyner Andresen, 'A Menina do Mar']

We're women.

We don't say what we want, but we reserve the right to be pissed off if we don't get it.

[from Sliding Doors]

Thursday, July 17, 2008

Não há passos divergentes para quem se quer encontrar.

[Jorge Palma]

Se não sabes para onde queres ir.

o que importa o caminho que vais seguir?!

[in Alice in Wonderland]

Às vezes ando só trocando passos com a solidão.

momentos que são meus, e que não abro mão.

Tenho saudades do tempo que não passámos juntos.

e que eu gostaria de ter passado contigo...

Wednesday, July 16, 2008

O que torna a ingenuidade tão graciosa.

é que ela não foi feita para durar...

Someday we'll Know...

I bought a ticket to the end of the rainbow...

Sou como um puzzle.

mas falta-me uma peça que completa.

(...) E que venha a bonança.

Tuesday, July 15, 2008

If I could re-arrange the alphabet, I would put U and I together.

[Glenn Quagmire]

Se.



[Repeat and repeat and repeat... sem gastar. Das melhores de sempre e para sempre.]

They say time will make all this go away.

but it's time that has taken my tomorrows and turned them into yesterdays.

Monday, July 14, 2008

It would be so nice.

if something would make sense for a change.


[Alice in Wonderland]

Se uma mulher quiser agarrar um homem.

basta-lhe fazer apelo ao pior que nele existe.

[Margarida Rebelo Pinto]

O Verão chegou e eu olhei pela janela mais alta do edifício.

o sol está igual. ontem estive acordada em mais um amanhecer mas não assisti a esse momento. os teus olhos estão como os meus - entreabertos. Não nos apetece sair daqui, porque estamos tão bem. Há sempre um fim. E é no instante em que tudo acaba que percebemos o quão fabuloso foi viver tudo o que vivemos, beijar todas as pessoas que beijámos e não dormir todas as noites em que não dormimos.

[in http://gxxvn.blogspot.com/]

Carpe Life [IV].